Nepal, Tibet e Butão – Saída: 31/05/2021

US$ 6.622,00

(valores de acordo com o cambio do dia)

Roteiro

 

1º DIA | 31 DE MAIO - SÃO PAULO / ISTAMBUL (TURQUIA)

Apresentação no Aeroporto Internacional de Guarulhos para embarque com destino á Istambul na Turquia. Noite a bordo.

2º DIA | 01 DE JUNHO - ISTAMBUL / KATMANDÚ (NEPAL)

Chegada no Aeroporto de Istambul e conexão para embarque em direção a Katmandu no Nepal. Noite a bordo.

3º DIA | 02 DE JUNHO - KATMANDÚ 

Após sua chegada, será recebido e transfer para o hotel. Os quartos estarão disponíveis para o check-in a partir das 14:00. Katmandu é a capital do Nepal e está localizada a 1400 metros acima do mar. É uma das cidades mais antigas do mundo. A parte mais antiga da cidade, com ruas estreitas e medievais e belos templos pequenos, encontra-se na Praça Durbar. Aqui é possível encontrar templos com telhados do estilo pagode, esculturas em pedra, antigos mosteiros e vários atrativos turísticos. As três cidades de Katmandu, Patan e Bhaktapur são de importância histórica e seus monumentos de grande valor artístico e cultural. Hospedagem no hotel. Tarde livre para atividades independentes. Hospedagem no hotel. Jantar.

*Obs: Nosso representante estará nos esperando no hotel para retirar nosso passaporte e 02 fotos recentes do mesmo tamanho da foto do passaporte,iremos preencher um formulário e assinar o mesmo para efetuarmos nosso pedido de visto para o Tibet.

4º DIA | 03 DE JUNHO - KATMANDÚ

Café da manhã, Almoço e Jantar. Pela manhã, visita a cidade de Patan, situada na margem Sul do Rio Bagmati é uma das três principais cidades do Vale do Katmandu. Patan é famoso por sua coleção de templos e casas igualmente elaboradas em madeira, pedra e metal sob os patronatos dos reis de Mariana, Lichivi e Malha. Pela tarde, visita ao Plaza Durbar, a Estupa de Swayambhunath e a cidade. Plaza Durbar foi a praça principal da antiga Katmandu assim com o Palácio Hanuman Dhoka, construído pelo Pratap Malha, um dos grandes amantes da arte que governaram Katmandu, que também construiu a residência das famílias reais no passado. Enquanto o recinto do palácio real cobre uma grande área, inúmeros templos dos vários deuses e deusas hindus rodeiam o palácio e eles são preservados, desde que eles foram construídos há centenas de anos. Passaremos pela Rua "Friki", onde, em tempos, se relaxam os hippies, para visitar o Templo de Kumari, a deusa-menina, uma deusa viva. Cerca de 2000 anos de idade, Swayambhunath está no cume de uma colina, no extremo sudoeste de Katmandu. A Estupa é uma cúpula de 20 metros de diâmetro e 32 metros de altura e é feita de tijolo e terra montado por uma torre cônica, coroada por um pináculo de cobre dourado. Hospedagem.

5º DIA | 04 DE JUNHO - KATMANDÚ

Café da manhã, Almoço e Jantar. Pela manhã, visitaremos Bhaktapur, uma cidade medieval, onde os Newars, os principais habitantes ainda seguem as tradições e costumes da velhice. Isso abriga alguns dos melhores exemplos do artesanato nepalês em madeira e pedra, como o palácio de 55 janelas construído em 1697, o Templo Nyatapola de cinco andares, o Templo Kashi Biswanath, o Templo Dattatreya, entre muitos outros. Considerado como um museu vivo, pode-se testemunhar as antigas tradições realizadas até hoje como eram há séculos em muitas áreas da cidade, como a Praça Potters, onde ceramistas locais usam técnicas ancestrais para fazer utensílios de barro. pela tarde visita ao Templo de Pashupatinath, um dos mais sagrados templos Hindu do Deus Shiva, localizado nas margens do Rio Bagmati, onde os Hindus incineram seus mortos (a entrada para o interior do templo é apenas para os Hindus). Em seguida visita a Estupa de Boudhanath que está situada na área da rota do comercio na velha Tibet, onde os comerciantes tibetanos descansam e oferecem orações por muito séculos. Regresso ao hotel. Hospedagem.

6º DIA | 05 DE JUNHO - KATMANDÚ / NAGARKOT

Café da manhã. Almoço e Jantar. Sairemos com destino ao templo Chagunarayan em Bhaktapur, templo de Changu Narayan o templo mais antigo do vale que fica á 22 km de Katmandu e a 25 minutos de carro da cidade de Bhaktapur. O templo original foi construído no século 4 durante o tempo dos governantes de Lichhavi e fica em uma colina com vista para a cidade vizinha. Grande parte foi reconstruída no século XVIII. Este templo é conhecido por sua beleza, localização e idade. O Templo em Vishnu. Aqui você também vai encontrar uma das inscrições de pedra do período mais antigo Lichhavi. Uma imagem de Vishnu com dez cabeças e dez braços é um outro bom exemplo da cinzeladura de pedra do quinto século. Os suportes do Templo de dois níveis representam as dez encarnações em que Narayan destruiu os malfeitores. Uma estátua de pedra do século 6 mostra a forma cósmica de Vishnu, enquanto outra recorda a encarnação anã em que ele esmagou o malvado rei Bali. Garuda, o corado de Vishnu, ajoelha-se diante do templo. A estátua de Vishnu transzonais seu corcel é um favorito popular. Continuaremos com destino até Nagarkot para o pôr do sol, localizado a uma altitude de 2.195 metros, Nagarkot oferece uma vista panorâmica do vale e é um dos melhores lugares para ver o Monte Everest e outros picos cobertos de neve da Cordilheira do Himalaia. Nagarkot é cercado por colinas de pinheiros densamente florestadas que lhe dão uma cena idílica. Nagarkot domina uma das mais amplas vistas do Himalaia no vale de Katmandu (8 Cordilheira do Himalaia no Nepal a partir de 13 daqui). As escalas incluem Annapurna Rank, Rank de Manaslu, Rank do Himal de Ganesh, Rank de Langtang, Rank de jugal, Rank de Rolwaling, Rank de Mahalangur (escala de Everest), e Rank de Numbur que negligencia o vale de Katmandu e o Parque Nacional de Shivapuri. Chegada ao hotel. Hospedagem.

7º DIA | 06 DE JUNHO - NAGARKOT

No início da manhã sairemos para ver  nascer do sol e uma vista da magnífica da Cordilheira do Himalaia, coberto de neve (Se as condições climáticas permitirem). Regresso ao hotel café da manhã e visita a aldeia de Panauti. A cidade de Panauti é na verdade uma combinação de seis aldeias (Panauti, Malpi, Taukhal, Subbagaun, Sunthan e Khopasi), e tem uma população de mais de 30.000 pessoas. Os principais grupos étnicos aqui são de Newars, Brahmins e Chettris, e Tamangs. Os primeiros são dominantes, e conseqüentemente Panauti é rico na cultura de Newari, com muitos de seus Festivais similares àqueles de Kathmandu, quando alguns forem originais com um caráter completamente local. Parada para almoço incluído. Regresso ao hotel. Hospedagem e jantar.

8º DIA | 07 DE JUNHO - NAGARKOT / KATMANDU / LHASA (TIBET)

Café da manhã, almoço e jantar. Saída para Aeroporto em Katmandu para embarque com destino a Lhasa no Tibet. Ao chegarmos no Aeroporto de Gonggar, nosso representante nos receberá e fará o traslado ao hotel. Lhasa, a casa remota dos Dalai Lamas, o objeto de devota peregrinação e o coração e a alma do Tibet, é uma cidade maravilhosa. É a segunda cidade mais populosa do planalto tibetano, depois de Xining e a uma altitude de 3.490 metros da cidade, Lhasa é uma das mais altas cidades do mundo. A cidade contém muitos locais culturalmente importantes budistas tibetanos, como o Palácio Potala, os palácios Templo Jokhang e Norbulingka. O restante do dia é livre para se acostumar com a altitude, recomendamos beber muita água e fazer um bom descanso para aclimatar-se a altitude deste lugar. Hospedagem no hotel.

9º DIA | 08 DE JUNHO - LHASA

Café da manhã, Almoço e Jantar. Hoje visitaremos o Palácio de Potala com vista para a cidade de Lhasa, um edifício espetacular, contendo os bairros privados do Dalai Lama, bem como numerosas salas grandes e muitas capelas importantes. O Palácio de Potala é o Marco Cardinal e uma estrutura maciça da proporção. Este símbolo de Tibet, uma gema arquitetônica construída no estilo monástica colossal de Tibet central por gyelwa ngapa, o quinto Dalai Lama, no décimo sétimo século, é situado a 300 medidores acima do vale na parte superior do monte chamado Marpo ri. Os mil quartos em Potala datam de 1645 quando o quinto Dalai Lama começou a erguer um palácio que serviria como um centro sagrado e administrativo. Ele serviu muitos sucessivos Dalai Lamas e como um dos monumentos mais impressionantes e duradouros do Tibete, o exército chinês de guardas vermelhas o protegeu durante a revolução cultural. À tarde visitaremos o Mosteiro Sera, um dos mosteiros mais bem preservados do Tibete, onde centenas de monges vivem e estudam em suas paredes caiadas de branco e tetos dourados. Esse monastério com seus telhados dourados e paredes caiadas de branco no século XV, está localizado na encosta de uma montanha, a poucos quilômetros ao norte da cidade de Lhasa. Este mosteiro pertence à seita Gelugpa e é um dos três grandes mosteiros do Tibete, os outros dois são Drepung e Ganden. O mosteiro Sera foi duramente atingido durante a revolução cultural devido à participação ativa de seus moradores na revolta 1959. O destaque da visita ao Sera seria testemunhar os monges discutindo no pátio. Regresso ao hotel. Regresso ao hotel. Hospedagem.

10º DIA | 09 DE JUNHO - LHASA

Café da manhã, Almoço e Jantar. Visitaremos o Mosteiro de Drepung, fundado no século XIV e que já foi o maior do mundo com uma população de mais de 10 mil monges. Pela tarde visitaremos o Templo Jhokhang, possivelmente o santuário mais sagrado do Tibet, Jhokhang esta no coração da antiga Lhasa, os tibetanos em geral consideram este templo o mais sagrado e importante. A noite visitaremos o Barkhor Bazar onde podemos comprar todo tipo de brindes e objetos tântricos. Regresso ao hotel. Hospedagem.

11º DIA | 10 DE JUNHO - LHASA / KATMANDU (NEPAL)

Café da manhã, Almoço e Jantar. Na hora programada de traslado ao Aeroporto de Gonggar para embarque com destino a Katmandu. No momento da chegada, traslado para o hotel e resto do dia livre para atividades particulares ou descanso. Hospedagem.

12º DIA | 11 DE JUNHO - KATMANDU / PARO / THIMPU (BUTÃO)

Café da manhã. Pela manhã, traslado para o Aeroporto Internacional de Katmandu para embarque em voo incluído com destino á Paro no Butão. O voo para paro é um dos mais espetaculares em todo o Himalaia, a viagem oferece vistas fascinantes e uma descida emocionante para o Reino. O primeiro presente do Butão ao desembarcar do avião será fresco e limpo, ar fresco da montanha. Após as formalidades de imigração e recolha de bagagem, o nosso representante irá recebê-lo e, em seguida, almoço incluído em um restaurante local. Seguiremos para Thimphu, a capital do Butão, parando em rota em Chuzom, a confluência dos rios Thimphu e Paro. Três estilos diferentes de estupas; Tibetanos, Nepaleses e Bhutanese adornam esta confluência. Pouco antes de chegar em Chuzom, veremos a nossa esquerda Tschogang Lhakhang, "o templo do cavalo excelente". É um templo privado, construído no século XV, como resultado da visita de Balaha, o excelente cavalo, uma manifestação de Chenrezig, o Buda compassivo. No momento da chegada em Thimphu, o check-in no hotel. A capital do Butão e do centro de governo, religião e comércio, Thimphu é uma cidade única, com uma mistura incomum de desenvolvimento moderno, juntamente com tradições antigas. Com uma população de aproximadamente 90.000, é talvez a única cidade capital no mundo sem semáforos. À tarde visitaremos Tashichho Dzong, "fortaleza de religião gloriosa". Este é o centro do governo e da religião, local da sala do trono do monarca e sede de Je Khenpo ou abade chefe. Construído em 1641 pelo unificador político e religioso do Butão, Shabdrung Ngawang Namgyal foi reconstruído na década de 1960 em forma tradicional Butânico, sem pregos ou planos arquitetônicos. Hospedagem e jantar.

13º DIA | 12 DE JUNHO - THIMPU / TANGO GOEMBA / CHERI GOEMBA / THIMPU

Café da manhã. Visitaremos os Mosteiro de Tango e o Mosteiro de Cheri. Começando por Tango Goemba. Este mosteiro foi fundado por lama Gyalwa Lhanangpa no século XII e o edifício atual foi construído no século XV pelo "Mad Divine", lama Drukpa Kunley. Em 1616, Shabdrung Ngawang Namgyal visitou Tango e meditou em uma caverna perto do mosteiro. Sua meditação ajudou a garantir a derrota de um exército Tibetano invasor. O chefe lama, um descendente de lama Drukpa Kunley, introduziu o Goemba a Shabdrung, que esculpiu uma estátua de Chenrezig sândalo que ele instalou no mosteiro. A pitoresca torre de três andares e vários edifícios circundantes foram construídos no século XVIII pela oitava Desi, Druk Rabgye e Shabdrung Jigme Chhogyel acrescentou o telhado dourado no século XIX. Continuaremos cruzando uma ponte de loucosera tradicional que cruza o Thimphu Chhu, em seguida, sobe abruptamente para o mosteiro. Sendo o lugar onde o Shabdrung passou muitos anos meditando, chegaremos ao Mosteiro Cheri Goemba que tem inúmeras ermitas e Capillas e pequenos templos localizados em suas encostas, com vistas espetaculares. O único caminho para o mosteiro. Em seguida veremos a Buddha Point (Kuensel Phodrang), localizado a uma curta distância de carro do centro da cidade de Thimphu, os visitantes podem obter uma boa visão geral do vale de Timbu a partir do ponto de Buda (Kuensel Phodrang). Você pode pagar o seu arco e oferecer orações para o Buda, a maior estátua do país, e depois caminhar e dar uma olhada no vale. Almoço incluído em um restaurante local. Visitaremos o Memorial do rei Chorten continuamente cercado por pessoas, mantras soando e girando suas rodas de oração. A construção deste Marco foi a ideia do terceiro rei do Butão, sua Majestade Jigme Dorji Wangchuk ("o pai do Butão moderno"), que queria erguer um monumento à paz mundial e prosperidade. Concluído em 1974 após sua morte prematura, ele serve tanto como um monumento ao último rei e como um monumento à paz, tempo para comprar tecidos à mão, tintas thangkha, máscaras, cerâmicas, esculturas em madeira e ardósia, jóias, itens interessantes feitos com materiais locais. Regresso ao hotel. Hospedagem e jantar.

14º DIA | 13 DE JUNHO - THIMPU / CHELLE LAPASS / PARO

Café da manhã. Saída com destino a Paro passando por Chelle Lapass. Chele (pass) esta a uma altura de 3.988 metros, é considerado um dos lugares mais gerenciáveis do Butão. Cerca de uma hora de carro abaixo de uma estrada densamente arborizada, você vai encontrar este paraíso botânico, que oferece vistas deslumbrantes sobre a sagrada montanha Jomolhari e Jichu Drake. Também é marcada por centenas de bandeiras de oração acenando ao vento. Aqui, os visitantes podem ver cascatas de rosas selvagens; primroses roxas e amarelas; e listras azuis profundas da íris que cobrem o assoalho da floresta. O topo da passagem floresce com rododendros em uma variedade de cores: Rosa pálido, Rosa escuro, Laranja queimada, Malva, Branco e Escarlate. Almoço incluído em um restaurante local. Mais tarde caminharemos para Goemba. É o lar visto de freiras budistas que dedicaram suas vidas à realização espiritual e a uma vida tranquila de estudos religiosos, oração e meditação. O Goemba está localizado em um remendo íngreme no lado da montanha abaixo do passo Chelela e empoleirado precariamente ao longo da rocha. Do passo Chelela, o Lhakhang fica a uma hora de caminhada em meio a uma magnífica área arborizada. Chegada em Paro. Hospedagem e jantar.

15º DIA | 14 DE JUNHO - PARO

Café da manhã. Hoje vamos percorrer o ninho do tigre mais famoso no Butão. A manhã é reservada para a caminhada ao Mosteiro Taktsang (aproximadamente 5 horas a pé, incluindo ambas as faixas). O Mosteiro de Taktsang é um dos mais famosos mosteiros do Butão, localizado no lado de um penhasco 900m acima do piso do vale Paro. Diz-se que o Guru Rinpoche veio aqui na parte de trás de uma tigresa e meditou neste mosteiro e, portanto, é chamado de "ninho de tigre". Este sitio foi reconhecido como o local mais sagrado e visitado por Shabdrung Ngawang Namgyal em 1646 e agora é visitado por todos os Butanes pelo menos uma vez em sua vida. A caminhada até o mosteiro pode ser dividida em vários estágios. A primeira etapa é a caminhada até a cafeteria que está localizado em um afloramento rochoso através de uma ravina do mosteiro. Esta etapa da caminhada toma aproximadamente 45 a 60 minutos. Almoço incluído em um restaurante local. A segunda etapa do passeio é do refeitório ao mirante em frente ao mosteiro. Este estágio demora cerca de uma hora. A terceira etapa é a caminhada e subida dos 475 passos no penhasco para o fundo da ravina que atravessa um riacho e uma cachoeira antes da estrada sobe mais 300 rampas para a entrada do mosteiro. Uma vez aqui, você deve ser capaz de entrar no mosteiro e ver a caverna onde Shabdrung Ngawang Namgyal meditado (não é permitido tirar fotografias dentro do mosteiro). A visita o e retorno ao posto de observação levará aproximadamente uma hora. Regresso ao hotel. Hospedagem e jantar. *As pessoas interessadas podem desfrutar do banho de pedra quente, que é muito famoso no Butão.

16º DIA | 15 DE JUNHO - PARO / KATMANDU (NEPAL)

Café da manhã, Almoço e Jantar. Pela manhã, traslado ao Aeroporto para embarque com destino a Katmandu. No momento da chegada, traslado para o Hotel e resto do dia livre para atividades particulares ou descanso. Hospedagem.

17º DIA | 16 DE JUNHO - KATMANDU / ISTAMBUL

Café da manhã. Traslado ao Aeroporto para embarque com destino a Istambul na Turquia. Chegada, recepção e hospedagem.

18º DIA | 17 DE JUNHO - ISTAMBUL / BRASIL

Café da manhã. Check-out no hotel até 12:00h. Em horário combinado traslado ao Aeroporto para embarque com destino ao Brasil.(Chegada obrigatória com 3 horas de antecedência ao embarque). Fim dos nossos serviços!

 

*Os locais de visita e a ordem dos passeios estão sujeitos a alterações de acordo com as condições meteorológicas, o estado da estrada e a aprovação das autoridades locais.

 

Serviços inclusos

 

- Guia acompanhante desde o Brasil;

- Maleteiros (01 mala por pessoa);

- Aéreo: Guarulhos / Istambul / Katmandu / Istambul / Guarulhos voando Turkish em classe econômica.

*Franquia de bagagem 01 mala de 23 kg por pessoa;

 

NEPAL

 

- Traslado do Aeroporto / Hotel / Aeroporto em ônibus privado com ar condicionado e assistência em espanhol;

- 07 Noites de hospedagem com café da manhã e jantar incluindo impostos;

- 06 almoços em restaurantes locais;

- Visitas, passeios e entradas conforme mencionado no roteiro;

- Ônibus privativo com ar condicionado durante o percurso;

- Guia acompanhante no Nepal em espanhol.

- 02 Garrafas de água mineral por pessoa por dia no veículo;

- Bilhete Aéreo Katmandu / Lhasa / Katmandu em classe econômica (Franquia de 01 mala de 20 kilos por pessoa);

- Bilhete Aérea Katmandu / Paro / Katmandu em classe econômica. (Franquia de 01 mala de 20 kilos por pessoa);

- Bandeira de oração, cordão e papel para orações Lungtha. *Nota ofereça estes presentes ao Templo para boa sorte e vida longa;

 

TIBET

 

- Traslado do Aeroporto / Hotel / Aeroporto em ônibus privado sem ar condicionado e assistência em inglês;

- 03 Noites de hospedagem com café da manhã e jantar incluindo impostos;

- 02 almoços em restaurantes locais;

- Visitas, passeios e entradas conforme mencionado no roteiro;

- Ônibus privativo sem ar condicionado durante o percurso;

- Guia acompanhante no Tibet em Espanhol (Observe o guia local não fala Espanhol fluentemente como o guia do Nepal);

- 02 Garrafas de água mineral por pessoa por dia no veículo;

 

BUTÃO

 

- Traslado do Aeroporto / Hotel / Aeroporto em ônibus privado sem ar condicionado serviço em inglês;

- 04 noites de hospedagem com café da manhã e jantar incluindo impostos;

- 04 almoços em restaurantes locais;

- Visitas, passeios e entradas conforme mencionado no roteiro;

- Guia acompanhante no Butão em Espanhol (observe o guia local não fala espanhol fluentemente como o guia do Nepal);

- Visto para entrada no Butão;

- 02 Garrafas de água mineral por pessoa por dia no veículo;

 

ISTAMBUL

 

- Traslado do Aeroporto / Hotel / Aeroporto com assistência em Espanhol;

- 01 noite de hospedagem com café da manhã.

 

Serviços não incluídos

 

- Visto para entrada no Tibet USD 168,00 por pessoa pagos no local;

- Visto para entrada no Nepal USD 30,00 por pessoa pagos no local;

- Vacinas (É necessário certificado de vacina para febre amarela);

- Qualquer refeição, exceto aqueles mencionados no itinerário;

- Despesas pessoais, como bebidas, lavanderia, telefonemas, fax, WI-FI, massagem/Spa, etc.;

- Qualquer gratificação para guias, motoristas, garçons em restaurantes, etc.

 

Hotéis previstos

 

Cidade

 

Istambul

Eresin Taksim Premier- 4*

(Standard Room)

https://www.eresin.com.tr/eresinpremier/en/home.html

Katmandu 

Aloft Kathmandu Thamel- 4*+

(Deluxe Room)

https://www.marriott.com/hotels/travel/ktmal-aloft-kathmandu-thamel/

Nagarkot

Club Himalaya, Nagarkot Resort- 4*
(Standard Room)
https://www.clubhimalaya.com/

Lhasa

Lhasa Hotel-4*

(Standard Room)

https://www.google.com/travel/hotels/Lhasa/entity 

Katmandu 

Aloft Kathmandu Thamel- 4*+

(Deluxe Room)

https://www.marriott.com/hotels/travel/ktmal-aloft-kathmandu-thamel/

Thimpu

Norkhil Boutique Hotel & Spa- 4*

(Standard Room)

http://www.norkhil.com/

Paro

Raven's Nest- 4*

(Standard Room)

http://www.hotel.bt/hotels-in-paro/ravens-nest/

Katmandu 

Aloft Kathmandu Thamel- 4*+

(Deluxe Room)

https://www.marriott.com/hotels/travel/ktmal-aloft-kathmandu-thamel/

 

Valores por pessoa em USD

 

Valor por pessoa em apto. duplo com aéreo e terrestre: USD 6.622,00

Suplemento para hospedagem em apto. single: USD 936,00

Taxa de embarque por pessoa: USD 390,00

 

Formas de pagamento

 

Entrada de 25% e saldo em 09 x sem juros em todos os cartões de crédito.

 

Parte aérea

 

TK 194   31MAY   GRUIST*     2235  1710   01JUN

TK 726   01JUN   ISTKTM*     2020  0610 02JUN

TK 727   16JUN   KTMIST*     0740  1250

TK  15   17JUN   ISTGRU*       1000  1710

 

Informações importantes

 

PASSAPORTE E VISTO

Todos os visitantes da Nepal, Tibete e Butão precisam de um passaporte válido até 6 meses após a data de partida do país.

 

VISTO DO NEPAL

O visto para o Nepal pode ser obtido no Aeroporto de Katmandu no momento da chegada. Você terá que preencher um formulário simples, anexar duas fotos (tamanho passaporte) por pessoa e pagar taxa do visto de USD 30,00 por pessoa diretamente em dinheiro.

 

VISTO DO TIBET

O visto para a entrada no Tibet será solicitado na Embaixada da China em Katmandu. A Embaixada abre de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h.

 

VISTO DO BUTÃO

Precisará de um visto para o Butão antes de seu voo para Paro. Vamos ajuda-lo a obter uma aprovação prévia do Visto para o Butão. Por favor, nos envie cópias escaneadas do seu passaporte, uma fotografia do tamanho do passaporte e os detalhes da profissão dos clientes para que possamos processar o visto para o Butão.

 

VACINAÇÃO

O governo do Nepal, Tibete e Butão não requer nenhum tipo de vacina, com exceção da prova da vacina contra a febre amarela se você viajou em uma área da febre amarela nos últimos seis dias. No mínimo, a maioria dos turistas leva proteção contra a hepatite A e tomam vacinas para reforço. Seu departamento local de saúde mantém uma lista de vacinas recomendadas para viajar ao seu destino. Seu médico pessoal pode recomendar algumas vacinas para suas necessidades especiais.

Países considerados infectados com febre amarela:

África: Angola, Benin, Burkina, Faso, Burundi, Camarões, República Centro-Africana, Chade, Congo, República Democrática do Congo (Zaire), Guiné Equatorial, Etiópia, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné Bissau, Costa do Marfim (Cote d'Ivo ir), Quênia, Libéria, Mali, Níger, Nigéria, Ruanda, São Tomé e Príncipe, Senegal, Serra Leoa, Somália, Sudão (no sul de 15 ° N), Togo, Uganda, Tanzânia e Zâmbia.

América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Trinidad e Tobago e Venezuela.

 

Notas

 

• Roupas no Nepal: Durante o período entre Abril e Junho se faz muito calor então é preciso proteção contra o sol (protetor solar, óculos de sol, chapéu de aba, etc.) e calçados confortáveis. Camisas/camisetas em algodão ou material similar que é ligeiramente melhor. O transporte terá sombrinhas para seu uso.

- Durante as visitas de um templo ou mesquita, evitar mostrar muita pele, seu guia ou nossa equipe irá informá-lo sobre os estilos de vestimenta com antecedência.

- Roupas no Butão e Tibete: devido à alta altitude, Tibete e Butão são bastantes frios mesmo no verão (MAIO, JUNHO e JULHO).

Quanto maior a altitude, mais frio é. A temperatura difere drasticamente entre o dia e a noite. Assim que decidir viajar para o Tibete ou Butão no verão é aconselhável levar botas quentes, um suéter de lã, calças grossas e um casaco quente. Durante o dia, quando está ensolarado e com poucos ventos, estará bem com calças e camisas de maga larga.

Durante as visitas a um templo ou a uma mesquita, evitar mostrar demais a pele, seu guia e nosso pessoal te informarão sobre como se vestir com atenção.

 

• Gorjetas: dar gorjetas é um costume tradicional que existe por muitos anos e hoje cada serviço prestado se espera uma gorjeta, mas não é obrigatório. As gorjetas servem como uma ferramenta muito boa para mostrar a apreciação de um serviço recebido. Não existe um mínimo ou máximo, apenas sugestões conforme abaixo:

Maleteiros: 2,00 USD por pessoa;

Guias Locais : 5,00 USD por pessoa por dia;

Motorista : 4,00 USD por pessoa por dia;

 

• Restaurantes: Durante o café da manhã não é necessário dar gorjetas.

Durante o almoço e jantar (hotéis ou restaurantes), por favor, verificar se aparece na conta a taxa de serviço de 10% e não é obrigado a pagar, mas você ainda pode deixar um 10% da conta se a taxa de serviço não estiver listada na conta.

 

• Saúde: problemas de estômago são os mais comuns entre os que visitam a Índia e o Butão. Para reduzir ao mínimo as chances de adoecer, recomendamos que você beba só água mineral durante a sua viagem. Água mineral de cortesia está disponível no veículo todos os dias e as maiorias dos hotéis oferecem de cortesia uma garrafa por pessoa, por noite, nos quartos. Evite gelo nas bebidas. É sempre uma boa ideia lavar as mãos ou usar álcool em gel frequentemente durante o dia. Tente evitar frutas sem casca ou saladas cruas. A maioria dos hotéis têm médicos de plantão. Nossa equipe está disponível para ajudá-lo tanto quanto possível, mas, claro, por favor, trazer medicamentos regulares com você.

- Doença devido à altitude:

Muitas pessoas estão preocupadas com as doenças devido à altitude. Este problema, mais conhecida como “Acute Mountain Sickness” (AMS) é uma consideração médica particularmente importante durante sua viagem até Tibete. A AMS raramente ocorre a menos de 2800 metros (9520 pés) e em casos menores ocorrem abaixo de 3000 metros (9.800 pés). AMS ocorre quando o corpo no se adapta bem a pouca quantidade de oxigênio em altitudes mais altas. A 18.000 pés (5490 m), tem um meio de oxigênio disponível como ao nível do mar, acima do Monte Everest, apenas uma terceira parte. O corpo trata de adaptar-se a menos oxigênio ao aumentar a velocidade e profundidade da respiração, assim como a frequência cardíaca. Suscetibilidade individual ao AMS parece estar determinada geneticamente.

 

• Dinheiro: é aconselhável trocar dinheiro no seu hotel. É possível levar seus dólares em notas de vinte, dez, cinco e um para compras pequenas. Por favor, altere $100 ou $50 de cada vez, desde que é frequentemente difícil converter a moeda local para USD. Por favor, obter recibos desde que eles são necessários para converter a moeda local não usada para dólares americanos. Todos os grandes estabelecimentos, hotéis, restaurantes e lojas aceitam os principais cartões de crédito (VISA/MASTER/AMEX). Caixas eletrônicos estão disponíveis na maioria das grandes cidades, mas pode ser muito longe de seus hotéis. Por favor, verifique com a nossa equipe local de assistência.

 

• Artigos recomendados: andar com sapatos, proteção solar, (ou seja, protetor solar, óculos de sol, chapéus, protetor labial, etc.), repelente para mosquitos, medicação de diarreia, álcool em gel, binóculos, lanterna, medicamentos, despertador, calculadora, câmera com cartões de memória extra.

 

• Energia: a tensão na Índia é de 220 volts AC 50 ciclos. Os plugues são semelhantes a duas extremidades redondas da Europa e os plugues têm dois ou três buracos com pinos num padrão triangular. Se trouxer eletrodomésticos, traga também um conversor internacional completo com um conjunto de adaptadores. A maioria dos hotéis tem secador de cabelo nos banheiros.

 

• Lavanderia: para minimizar sua preocupação com a lavanderia enquanto esta viajando, o melhor é levar itens de fácil limpeza. A maioria dos hotéis tem lavanderia e embora não seja muito caro, terá que se certificar do cronograma de entrega. A maioria das lavanderias entregam as roupas lavadas na noite seguinte. Fique atento ao seu itinerário para que quando suas roupas forem entregues, você esteja na mesma cidade/hotel. É possível contratar a entrega urgente do hotel em um suplemento extra. Sugerimos a entrega de roupas para a lavanderia quando hospedado em um hotel por duas noites.

 

• Chamadas telefônicas: as conexões de telefone internacional são excelentes. Chamadas para casa feita do hotel pode ser caro e nós sugerimos para verificar os custos antes de fazer a chamada. É possível usar o telefone público fora de hotéis para fazer chamadas internacionais, no entanto, é difícil ter privacidade na ausência de cabines privadas. A maioria dos hotéis tem centros de negócios que oferecem e-mail / Internet, telefone, fax, secretárias e outros serviços de negócios. A maioria dos hotéis também oferece facilidades de acesso Wi-Fi, mas a um custo nominal.

 

• Fuso horário: o Nepal segue o horário da NST (Nepal Standard Time) que é de 05 horas e 45 minutos à frente do GMT (Greenwich Mean Time).

A Tibet segue o horário do CST (Chinese Standard Time) que é de 08 horas à frente do GMT (Greenwich Mean Time).

A Butão segue o horário do BTT (Bhutan Time) que é de 06 à frente do GMT (Greenwich Mean Time).

 

• Fumar: é proibido fumar a bordo do ônibus. Existem visitas turísticas frequentes e as paradas para descanso / tirar fotos ao longo do caminho podem ser usadas para fumar. É proibido fumar em espaços públicos na Índia e Nepal.

 

• Fotografia: licenças especiais são necessárias para o uso de tripé e luz artificial. A maioria dos monumentos tem uma taxa fixa para câmeras digitais e câmera profissional (Varia de $0,5 a $ 8,00 USD por câmera). Não é permitido filmar o Taj Mahal após um ponto (após a primeira etapa da vista). Os hóspedes podem guardar suas câmeras. Os gastos realizados com fotografia são de sua responsabilidade e seu guia informará antecipadamente as taxas das fotografias.

 

MUITO IMPORTANTE:

Tibete é bastante novo para o turismo, e como resultado, o povo do Tibete não é tão familiar e não tem experiência no campo do turismo como em outras partes da Ásia. Por favor, esteja preparado para isso, e não espere um nível avançado de serviço - você vai aproveitar a sua viagem muito mais. Os programas completos no Tibete são conduzidos estritamente sob as regras e regulação das políticas chinesas. Portanto, não será responsável por quaisquer alterações no itinerário devido a circunstâncias inevitáveis, tais como restrições do governo, festivais, deslizamentos de terra, estradas de bloqueio, inundações, neve, agitação política, cancelamentos de voos, atrasos, doença ou acidente. Quaisquer custos adicionais incorridos como resultados serão suportados pelos clientes. Respeitar a história e cultura do Tibete, e aprender sobre a história turbulenta do país remoto, antes de viajar, porque este conhecimento irá melhorar a sua visita.

 

- Por favor, não traga com você:

• Fotografias do Dalai Lama no Tibete inclusa nas orientações.

• Qualquer tipo de documentação, fotografias ou fotos do Tibete, o que poderia ser interpretado como de natureza política por parte das autoridades chinesas, especialmente a bandeira nacional tibetana.

• Qualquer vídeo gravado ou fitas de áudio do Tibete, que são de política ou relacionados de alguma forma com o Dalai Lama ou com o governo tibetano no exílio.

• Para ter em conta a entrega de pacotes ou cartas de fora do Tibete pode levar à desconfiança e apreensão, pelas autoridades chinesas e poderia resultar em consequências graves, incluindo punição e prisão para o destinatário do Tibet.

 

Condições gerais

 

*O roteiro poderá sofrer alterações sem prévio aviso de acordo com as necessidades da operadora local.

A MG3 Operadora e Turismo não se responsabiliza por alterações ou cancelamentos de passeios nas seguintes condições:

- Manifestações políticas que impeçam a saída dos clientes para a realização dos passeios.

- Alterações climáticas.

- Caso algum passeio não seja realizado pelas seguintes condições acima mencionadas o mesmo não será reembolsado.

- Todos os clientes deverão assinar o contrato da MG3 assim como a autorização de débito da mesma para  evitar desgastes entre a operadora e a agência, pois futuros cancelamentos (se houver) terão de ser tratados nas normas contratuais celebrados entre ambas as partes.

Não serão mais aceitos pagamentos ou reservas sem os devidos documentos:

• Contrato da Operadora devidamente assinado entre Operadora e Cliente com aceite e endosso da Agência.

• Cartões de crédito sem as devidas autorizações de débito assinadas pelos clientes e endossada pela Agência através da assinatura (do proprietário e carimbo da Agência);

• Documentos dos clientes, cópia do cartão (frente), RG do titular do cartão, ficha de cadastro e passaporte são obrigatórios a partir deste momento.

Contamos com a colaboração de todos os agentes nos processos de suas reservas, sem os feitos acima as mesmas não serão efetivadas.

 

**Valores e disponibilidade sujeitos à alteração sem prévio aviso**